top of page
fundo para news2.png

PRESIDENTE DA REPÚBLICA E COMANDANTE SUPREMO DAS FORÇAS ARMADAS, GENERAL UMARO SISSOCO EMBALÓ EFECTUA VISITAS DE TRABALHO AO BURKINA FASO E BENIN, ENQUANTO PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CEDEAO.

9e76f14c-abc1-494e-ba62-558cddcc88e9

A segunda visita do périplo do Chefe de Estado guineense na sua qualidade de Presidente em Exercício da CEDEAO foi no Benin.
Foi no Palácio Presidencial que o Presidente Sissoco Embaló recedeu as honras militares e de seguida manteve um longo tête-à-tête com o seu homólogo beninense Patrice Talon.
O objectivo desta visita de trabalho ao Benin onde ocorreram eleições legislativas na passada semana que uma missão de observadores da CEDEAO foi presidida pelo Ex-Presidente de Transição Raimundo Pereira foi o de elogiar a forma transparente como decorreram e onde um novo Parlamento com alguns partidos da oposição integram após quatro anos de ausência.
Outra questão abordada no encontro Embaló-Talon prende-se com aspectos ligados à evolução da situação politica dos países sob sanções, nomeadamente o Mali, Burkina Faso e Guiné-Conakry conforme as decisões assumidas pela Cimeira da CEDEAO de Abuja.
A segurança regional, face as intensas acções das forças jihadistas e para a urgente necessidade de operacionalizar a força de intervenção da CEDEAO cujo primeiro passo deu-se inicio em Bissau com a efectivação da primeira reunião dos Chefes de Estado-Maior Maior dos paises membros da nossa organização regional, constou igualmente das discussões entre os Presidentes guineense e beninense.
Os dois Chefes de Estado discutiram ainda questões que se prendem com a necessidade de se defender o pleno exercício da democracia, da boa governação e de um maior intercâmbio de experiências entre os países da CEDEAO.

COLORFUL BAR.png
O Presidente da República com o Juiz Con
COLORFUL BAR.png
bottom of page