fundo para news2.png

Cimeira extraordinária da CEDEAO Convocada para Dakar nos 13 e 14 de Outubro de 2022

67a71b7c-584f-4515-b399-dd520dad9fc1

O Presidente da República e Comandante em Chefe das Forças Armadas e actual Presidente em Exercício da CEDEAO desdobra-se em contactos aos níveis regional e internacional, com vista à realização de uma Cimeira Extraordinária da CEDEAO, alargada aos principais parceiros desta zona regional ocidental africana, com o objectivo de se conseguir um debate sério e aprofundado em matéria de segurança.
O surgimento de golpes de Estado registados no Mali, Guiné-Conakry e por duas vezes seguidas num curto espaço de tempo no Burkina Faso, bem como as acções terroristas desencadeadas pelos jihadistas, que têm atingido alguns países da nossa região ocidental africana (Mali, Nigêria, Burkina Faso, Niger e Togo) e central (Camarões e Tchad), exigem uma urgente concertação.
Assim e na procura de uma estratégia e de acções concertadas entre os países da CEDEAO e os seus principais parceiros de desenvolvimento, o General Úmaro Sissoco Embaló, na sua qualidade de Presidente em Exercício da CEDEAO deslocou-se ontem à Paris, onde manteve um encontro de trabalho com o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, cujo tema centrou-se na actual situação política que se vive ao nível da África Ocidental e Central, a exemplo do que fez em Nova Iorque com os Primeiros-ministros da Alemanha, Portugal e com a União Europeia.
O Presidente em Exercício da CEDEAO convocou uma Cimeira Extraordinária da CEDEAO que se realizará em Dakar de 13 a 14 de Outubro corrente, estando neste momento a ultimar os pormenores com o seu homólogo senegalês, Macky Sall.

BARA COLORIDA.png
O Presidente da República com o Juiz Con
BARA COLORIDA.png